Pular para o conteúdo
Oferta!

Crítica do Programa de Gotha

R$ 40,42

A Crítica do Programa de Gotha é uma obra essencial para entender o pensamento de Karl Marx sobre o socialismo e o comunismo. Com uma análise profunda e crítica, o livro aborda questões fundamentais como a distribuição de riqueza e a igualdade social. Seus principais destaques incluem uma visão clara e objetiva sobre o sistema econômico e político proposto por Marx, além de uma reflexão sobre as possíveis falhas e desafios na implementação dessas ideias. Com uma linguagem acessível e argumentos convincentes, esta obra é indispensável para aqueles interessados em compreender as teorias marxistas e suas implicações na sociedade moderna.

Comprar na AMAZON SKU: 8575591894 Categorias: ,

O Programa de Gotha foi um documento político escrito por Karl Marx em 1875, que buscava estabelecer as bases para a organização e funcionamento de uma sociedade socialista. Esta obra é considerada uma das mais importantes do pensamento marxista, pois apresenta uma crítica profunda ao sistema capitalista e propõe uma alternativa para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

No Programa de Gotha, Marx analisa as contradições do sistema capitalista, que gera desigualdades sociais e exploração da classe trabalhadora. Ele também aponta para a necessidade de uma revolução social para a superação do capitalismo e a construção de uma sociedade socialista.

Uma das principais contribuições do Programa de Gotha é a definição de duas fases para a transição do capitalismo para o socialismo. A primeira fase seria o socialismo, em que os meios de produção seriam coletivizados e a distribuição dos bens seria feita de acordo com o trabalho de cada indivíduo. Já a segunda fase seria o comunismo, em que não haveria mais classes sociais e a distribuição seria feita de acordo com as necessidades de cada um.

Além disso, o Programa de Gotha também aborda questões importantes como a igualdade de gênero e a educação como um direito de todos. Marx defende que, em uma sociedade socialista, as mulheres devem ter os mesmos direitos e oportunidades que os homens, e que a educação deve ser gratuita e acessível a todos.

Apesar de ter sido escrito há mais de um século, o Programa de Gotha ainda é uma obra atual e relevante, pois traz reflexões importantes sobre a desigualdade social e a luta por uma sociedade mais justa. Seu legado continua inspirando movimentos sociais e políticos em todo o mundo, e sua crítica ao sistema capitalista ainda é fundamental para a compreensão dos problemas sociais e econômicos da atualidade.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Crítica do Programa de Gotha”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *